Mulheres da 'Ndrangheta

Lea Garofalo, 35 anos, foi à polícia com os detalhes de inúmeros crimes do marido mafioso, Carlo Cosco. Como vingança, Cosco raptou-a e matou-a antes de dissolver o seu corpo em ácido. Maria Concetta Cacciola, 31 anos, é outra mulher da 'Ndrangheta. Em Agosto de 2010, ela bebeu uma garrafa de ácido, depois de falar com a polícia sobre os crimes da família mafiosa. Tentou escapar, mas não conseguiu. A sua morte permanece envolta em mistério. E depois há a prima de Cacciola, Giuseppina Pesce, a filha do líder do clã Salvatore Pesce. Ela se tornou testemunha do estado, ajudando mesmo a colocar alguns dos membros da sua família atrás das grades. Por se terem revoltado contra o clã, estas mulheres desferiram um duro golpe no crime organizado. Pelo que na Ndrangheta, a maior e mais temida máfia Italiana, as mulheres nunca traem. Laços de sangue e laços ancestrais permanecem. E - como este especial revela - as acções de Lea, Maria Concetta e Giuseppina definiram um perigoso precedente.

Ver mais informação deste programa
Partilhar no:

Hoje na TV

+ programaçao
Quem Matou Tupac?: O Diabo Veste Vermelho

21:26h

22:08h

Nascidos Fora da Lei: Pretty Boy Floyd

23:00h

O Homicídio de Laci Peterson: O Julgamento Começa

23:49h

Quebrando o Silêncio

00:32h